Tipos e estágios do câncer de mama

Awareness Ribbon.

O câncer da mama é o que mais afeta mulheres no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), são 458 mil mortes pela doença por ano. Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, aproximadamente 1 a cada 12 mulheres terão um tumor nas mamas até os 90 anos de idade. Homens também podem ter a doença, porém em menor proporção.

O câncer de mama é um tumor maligno que ocorre devido a alterações genéticas em que acontece o crescimento anormal das células da mama.

Há vários tipos e subtipos de câncer de mama. O médico observa critérios como: tumor invasivo ou não invasivo, o tipo histológico, avaliação imunoistoquímica e a extensão do tumor.

O tipo não invasivo (in situ) é o tumor que fica em um local da mama, sem se espalhar para outros órgãos ou na corrente sanguínea, porém podem existir vários focos na mesma mama. A membrana que reveste o câncer invasivo, por sua vez, se rompe, e as células atacam outros locais do corpo. Todo câncer de mama não invasivo pode se tornar invasivo.

A avaliação imunoistoquímica para o câncer de mama avalia a presença de receptores hormonais que atuam divisão da célula maligna, fator que agrava o quadro.

Pode-se denominar o tipo histológico como o nome e sobrenome do câncer, pois se dividem em tipos e subtipos. Os tipos câncer de mama mais frequentes são:

Carcinoma ducta in situ: atinge os ductos de leite da mama e é o tipo mais comum do câncer não invasivo. Há a presença de 1 ou mais receptores hormonais na superfície das células.

Carcinoma ductal invasivo: também ataca os canais de condução do leite na mama e é o mais comum dos tipos invasivos. Pode crescer no local ou invadir os tecidos próximos e órgãos através de veias e vasos linfáticos. Também tem 1 ou mais receptores hormonais na superfície das células.

Carcinoma inflamatório: forma mais agressiva e mais rara de câncer de mama. Geralmente tem uma grande extensão. Se manifesta como uma inflamação na mama e também começa nas glândulas produtoras de leite. Há grande possibilidade de se espalhar pelo corpo e produzir metástases.

Doença de Paget: atinge a aréola ou mamilos. Essa forma de câncer é rara e pode acometer os dois seios ao mesmo tempo. Se manifesta com alterações na pele do mamilo (crostas e inflamações), mas também pode não apresentar nenhum sintoma. Também está relacionado com os dutos de leite.

Carcinoma lobular in situ: tem origem nas células dos lobos mamários e não invadem outros tecidos. Esse tipo de câncer geralmente é multifocal.

Carcinoma lobular invasivo: também se origina dos lobos mamários é o 2º tipo mais comum de câncer de mama. Ele pode crescer localmente ou se espalhar e atingir outros tecidos. Tem receptores na superfície das células.

 

Estágios do câncer de mama

O câncer de mama é dividido em quatro estágios, conforme sua extensão:

Estágio 0: quando as células cancerosas ainda estão nos ductos, por isso a doença quase sempre tem cura.

Estágio 1: tumor menor que 2 cm, sem ataque das glândulas linfáticas da axila.

Estágio 3: nódulo maior que 5 cm que pode alcançar estruturas vizinhas: músculo, pele ou glândulas linfáticas. Mas sem indício de o câncer ter se espalhado pelo corpo.

Estágio 4: tumores de qualquer tamanho com metástases. Há frequentemente comprometimento das glândulas linfáticas. No Brasil aproximadamente 60 a 70% dos casos de câncer de mama são descobertos em estágio 3 ou 4.

Fonte: Minha Vida