Pedra na vesícula

Smiling nutritionist in her office, she is holding a green apple and showing healthy vegetables and fruits, healthcare and diet concept

Pedra na vesícula ou Colelitíase é uma doença que afeta aproximadamente 10% da população. Os cálculos de colesterol são os mais comuns. O problema ocorre quando há um desequilíbrio na bile, que é composta de colesterol, sais biliares e bilirrubina.

Geralmente o problema está associado a aumento da secreção biliar, redução dos sais biliares ou a diminuição da motilidade da vesícula biliar.

Fatores de risco
Mulheres têm mais chance de desenvolver a doença pois têm maior secreção biliar de colesterol
Idade avançada: maior secreção biliar de colesterol e menor síntese de sais biliares
Emagrecimento rápido
Consumir carboidratos refinados. Ex: açúcar, farinha branca, entre outros;
Jejum prolongado
Gravidez
Terapia de reposição de estrogênio

Causas
Muitos fatores podem alterar a composição da bile e acionar o gatilho de formação dos cálculos na vesícula. Alguns fatores que aumentam o risco são:
Dieta rica em gorduras e carboidratos e pobre em fibras;
Vida sedentária que eleva o LDL (mau colesterol) e diminui o HDL (bom colesterol);
Diabetes;
Obesidade;
Hipertensão (pressão alta);
Fumo;
Uso prolongado de anticoncepcionais;
Elevação do nível de estrogênio o que explica a incidência maior de cálculos biliares nas mulheres;
Predisposição genética.

Como prevenir?

Estar atento ao nível de vitamina C no corpo. Sua falta foi associada ao aumento da possibilidade de formação de cálculos;

O uso de estatinas (medicamentos utilizados para tratar colesterol LDL elevado, por exemplo) está relacionado a um menor risco;

Consumir regularmente vegetais, café e oleaginosas (castanha, nozes e amêndoas) ajuda a prevenir o problema;

No caso de pacientes em processo acelerado de emagrecimento, pode ser utilizado o ácido ursodesoxicólico para prevenir a formação dos cálculos biliares.

Para adquirir um diagnóstico e realizar o tratamento, o médico deve ser consultado.

Recomendações

Faça uma dieta rica em fibras e com pouca gordura. Alimentos gordurosos podem elevar o nível do colesterol;

Procure manter o peso ideal para seu tipo físico. Isso ajuda a controlar o nível do colesterol e a prevenir diabetes e hipertensão;

Largue o cigarro;

Discuta com seu médico a conveniência de tomar pílulas anticoncepcionais ou fazer reposição hormonal, se você tem histórico familiar de cálculo na vesícula.

Fonte: Minha Vida
Fonte: Drauzio Varella