O aumento da próstata e a qualidade de vida do homem

Man thinking back

Com o avanço da idade, especialmente após os 60 anos, a próstata aumenta de tamanho causando desconfortos. A próstata é uma glândula que fica entre a uretra e bexiga; quando se expande comprime a uretra dificultando a eliminação da urina.

Esse aumento da próstata é chamado de hiperplasia prostática benigna e provoca sintomas como: jato urinário mais fraco, dificuldade de iniciar e gotejamento ao final da micção, sensação de não ter esvaziado a bexiga totalmente, vontade súbita e urgente de urinar, e acordar à noite várias vezes para ir ao banheiro.

No entanto, esses sintomas podem estar relacionados à outras doenças como diabetes, infecção urinária, estenose de uretra ou doença de Parkinson, o que reforça a necessidade de procurar ajuda médica para receber o diagnóstico correto, e de não tomar remédios por conta própria.

A hiperplasia prostática pode facilitar infecções urinárias e causar a perda da função renal. Geralmente prejudica o sono causando uma fadiga crônica, além de causar retenção urinária aguda, quando há impossibilidade de urinar, afetando a qualidade de vida do homem de modo geral.

O médico irá avaliar vários aspectos para dar o diagnóstico, tais como: história clínica, exame físico, exames de sangue e de urina, ultrassonografia de abdômen e pelve e avaliação da bexiga.

Com o tratamento correto a maioria dos homens tem uma melhora significativa dos sintomas. Caso não exista indicação de cirurgia o tratamento é feito com medicamentos que, a longo prazo (6 meses), diminui o tamanho da próstata. No entanto, em alguns casos a retirada de parte da próstata é necessária, mas o procedimento é feito pela uretra e não tem necessidade de cortes.

Fonte: Minha Vida