Inimigos da imunidade. Como combatê-los?

woman with a cold holding a tissue, outdoors

O sistema imunológico é responsável pela proteção do organismo contra doenças. Os anticorpos eliminam ameaças externas como vírus, bactérias, protozoários, fungos e agentes químicos, como venenos. Quando o sistema imunológico falha o corpo fica mais frágil e suscetível a várias doenças. Quadros de baixa imunidade são mais comuns em pessoas entre 30 e 50 anos, que tem um estilo de vida mais corrido e muitas vezes estressante, somado a uma alimentação deficiente.
Para fortalecer a imunidade é preciso adotar um estilo de vida saudável. Dormir bem, praticar atividades físicas, evitar situações de estresse, manter uma boa convivência com pessoas são atitudes que beneficiam o sistema imunológico. Como resultado de uma boa imunidade os resfriados e infecções ficam mais raros e as unhas ficam mais fortes. Os cabelos caem menos e as herpes ficam menos comuns. No entanto, os sintomas variam de acordo com órgão que está mais vulnerável.
Saiba mais sobre os fatores que causam a imunidade baixa:
Noites mal dormidas: dormir pouco (menos de 6 horas por dia) prejudica a produção de substâncias importantes para o organismo evitando doenças. O ideal é dormir entre 7 e 8 horas em local escuro e silencioso.
Alimentação deficiente: é importante ter uma dieta saudável e rica em nutrientes. Por exemplo: leite e iogurte (fortalece o sistema imunológico), cereais integrais, castanhas, sementes e leguminosas, (ricos em zinco), peixes e azeite (rico em ômega-3), arroz integral, semente de girassol ou soja (contém vitamina B) e acerola (rica em vitamina C).
Estresse: o estresse altera a pressão arterial, causa taquicardia e prejudica o desempenho do sistema imunológico.
Ficar muito tempo sozinho: a solidão, que é um tipo de estresse, deixa o corpo mais vulnerável a doenças como herpes, artrite reumatoide e diabetes tipo 2. Buscar a companhia de familiares, amigos e participar de atividades em grupo ajudam a resolver o problema.
Fumar e beber: o uso duradouro de álcool e cigarro favorecem infecções, como as respiratórias, de garganta e de boca e doenças como o câncer de pulmão e de boca.
Sedentarismo: exercícios físicos regulares ajudam o sistema imune a produzir as células necessárias. Os exercícios aeróbicos, como ginástica ou corridas são os mais eficazes para fortalecer a imunidade.
Fonte: Veja Saúde