Infarto: Como prevenir?

Batticuore

O infarto acontece quando parte do músculo cardíaco (miocárdio) é danificado por falta da irrigação sanguínea que deveria receber. O bloqueio do fluxo sanguíneo ocorre devido a aderência de placas de colesterol nas paredes das artérias, e à ruptura da placa, que leva à formação de um coágulo. O bloqueio do fluxo sanguíneo também pode ocorrer devido a espasmos de uma artéria coronária, ou a uma ruptura na artéria do coração ou ainda pela diminuição do fluxo sanguíneo devido à pressão arterial muito baixa.

Fatores de risco:

Homens acima dos 45 anos e mulheres com 55 anos ou mais tem maior chance de ter um infarto. Outros fatores como tabagismo, hipertensão, colesterol elevado, diabetes, histórico familiar de infarto, sedentarismo, obesidade, estresse, alcoolismo, uso de drogas ilegais estimulantes, como cocaína, também contribuem para a ocorrência do infarto.

Sintomas

Quando a obstrução é maior que 70%, a pessoa pode sentir dor no peito ao fazer esforço físico. Mas obstruções de 20 a 30% também causam infarto. O ataque acontece de repente, logo, nem sempre a pessoa tem sintomas antecedentes. Aqui, ressalta-se a importância de fazer um check-up.

Quando acontece o infarto a pessoa pode sentir dor em qualquer local entre o lábio inferior e a cicatriz umbilical. A dor mais comum do infarto é no meio do peito, com sensação de aperto, que se espalha para o braço esquerdo, pode vir com sudorese, náusea e palidez.

O infarto em mulheres também pode ter como sintomas queimação ou agulhadas no peito ou falta de ar sem dor. É preciso dar a importância a essas dores que podem vir acompanhadas de vômitos, suor frio, fraqueza intensa, palpitações, falta de ar, sensação de ansiedade, fadiga, sonolência, tontura ou vertigem.

Procure um médico

É importante procurar atendimento médico logo que se suspeita da ocorrência do infarto, e, enquanto não chega ao hospital, pode-se mastigar e ingerir comprimidos de ácido acetilsalicílico para ajudar a dissolver o coágulo de sangue. Para socorrer alguém que sofreu infarto e está descordado pode-se fazer massagem cardíaca.

Depois do infarto

Se o atendimento for feito rapidamente, é possível ter uma vida normal depois do infarto. Para evitar novos ataques, adotar novos hábitos como se alimentar de forma saudável, ingerindo alimentos com baixo teor de colesterol, gorduras saturadas, açúcares e sal.

É importante seguir o tratamento indicado pelo médico e não suspender o uso dos medicamentos por conta própria.

Adotar hábitos de vida saudáveis ajuda na recuperação do infarto e pode evitar um novo ataque. Deve-se evitar os fatores de risco já citados.

Dicas

– Faça exercícios regularmente

– Tenha uma dieta saudável

– Controle o estresse

– Controle a pressão arterial e o colesterol

– Controle o diabetes

– Não fume

– Evite o fumo passivo

– Faça check-ups médicos regulares

– Mantenha o peso ideal

– Não ingira álcool em excesso

Fonte: Viva Saúde, Minha Vida