Dormir bem é fundamental para desenvolver a saúde das crianças

Sleeping baby

Quem se dispõe a ser pai ou, principalmente, mãe tem que estar pronto para ter muitas noites mal dormidas. Pelo menos nos primeiros meses, faz parte do pacote da fofura. O problema é quando o bebê cresce e não aprende a dormir bem, nas horas certas, do jeito que os pais querem e que é mais saudável.

Durante dois meses, mostramos a rotina de quatro crianças, e nesta terça-feira (16) tivemos o último capítulo, com um resumo das principais mensagens. No estúdio, vieram a doula e consultora do sono Marcia Horbacio e a neurologista Rosa Hassan.

Dormir durante o dia é extremamente importante, até para melhorar o sono da noite. Até os 3 meses, os bebês devem tirar 3 ou 4 sonecas por dia. A partir dos 9 meses, são só duas: uma de manhã e outra à tarde. Depois que o bebê já tem 1 ano e 2 meses, pode ser só uma soneca à tarde, e assim vai até os 4 anos, quando a soneca deixa de ser absolutamente necessária

Fazer a criança dormir bem não é só uma questão de deixar os pais em paz, mas também um processo fundamental para a saúde da criança. O sono na primeira infância permite o desenvolvimento do cérebro, principalmente em funções como o aprendizado e a memória.

Para descansar, o bebê precisa de referências. Um quarto sempre calmo, sem claridade, é o ideal. Uma vez que a criança se acostumar a dormir de um jeito, vai querer dormir sempre daquele jeito. Isso serve para quando ela é embalada, quando dorme na cama dos pais, quando adormece mamando… Por isso, o ideal é que ela seja colocada no berço sonolenta, mas ainda acordada. É importante ter rotina, e nessas horas ajuda um ritual, que pode envolver um banho, uma historinha e outros sinais que fazem a criança entender que é hora de dormir.

Fonte: http://goo.gl/DuKOdW