Dor na nuca

Nape ache

Entre 10% a 15% das pessoas poderão ter dores cervicais em alguma fase da vida.

Causas

A dor na nuca pode aparecer por diversos motivos como, excesso de tensão, dormir em posição errada, movimentos bruscos ou problemas de postura. A dor irradia para os braços.

Diagnóstico

O médico pode fazer um exame clínico, e solicitar exames, como a radiografia e a ressonância, para verificar possíveis desvios na coluna vertebral ou lesões, além de excluir outras possibilidades, como, a dor ser causada por fratura, infecção, tumores ou problemas cardiovasculares como aneurisma ou hemorragia cerebral.

Tratamento

Para tratar a dor na nuca, o médico poderá receitar analgésicos ou anti-inflamatórios. Para prevenir e amenizar as dores também podem ser feitos exercícios leves, como alongamento.

De acordo com o Australian Acute Musculoskeletal Pain Guidelines Group [Diretrizes do Grupo de Dor Musculoesquelética Aguda], comissão médica que criou um guia sobre dores agudas, não existe comprovação de que o uso de colares cervicais ajuda no combate à dor.

Grupos de risco

As pessoas mais propensas a ter dores na nuca são as sedentárias, aquelas que trabalham com computador, pessoas tensas que têm dificuldade de relaxar, e pessoas que fumam, devido à diminuição da circulação sanguínea nos discos intervertebrais.

Torcicolo

A pessoa não consegue movimentar o pescoço para o lado sem sentir dor. O torcicolo é um espasmo na musculatura do pescoço que ocorre após a pessoa ter dormido em uma posição incomum, ter se exposto ao frio, ou ainda, durante um período de estresse. Geralmente, os sintomas melhoram em uma semana.

A eficácia de sprays canforados no tratamento da dor não foi comprovada. Para obter um diagnóstico correto, é preciso procurar um médico.

Fonte: Revista Viva Saúde