Dicas para desintoxicar o organismo

Vaccine

Depois das festas de fim de ano algumas pessoas começam a fazer dietas rigorosas, o que pode ser perigoso para a saúde, pois chegar ao peso adequado e posteriormente mantê-lo é um projeto de longo prazo.

É importante alimentar-se de forma consciente e não é recomendado privar-se de certos alimentos ou nutrir sentimento de culpa ao comer.

Também é indicado realizar uma dieta especial para limpar o organismo antes da reeducação alimentar, para eliminar as toxinas adquiridas com a alimentação desregrada.

Confira dicas para desintoxicar o organismo de maneira adequada e com saúde.

 

Organizar o cardápio: A dica é consumir mais vegetais da classe das oleaginosas, como as castanhas, avelã e nozes que são fontes de vitamina E, ômega-3, cálcio, magnésio, zinco, selênio, cobre e manganês. Também consumir agrião, brócolis, couve-chinesa, couve de folha, couve-flor, mostarda, nabo, rabanete, repolho e rúcula, alimentos que têm ação anti-inflamatória e antioxidante. Frutas aquosas, como melancia, abacaxi e laranja são indicadas pois aumentam a diurese e melhoram o funcionamento dos rins.

Evitar bebidas alcoólicas: O álcool atrapalha o processo de limpeza do organismo e por isso seu consumo deve ser evitado. O etanol aumenta em excesso a diurese o que pode causar desidratação.

Beber bastante água: A água hidrata e este processo ajuda os rins a filtrarem o que foi ingerido e a purificação do sangue. Ingerir água também contribui para a formação do bolo alimentar, melhorando o trânsito intestinal.

Evitar doces e comidas muito salgadas: Alimentos muito açucarados dificultam o trabalho da insulina que contribui para o aumento do risco de diabetes e doenças cardiovasculares.  Já o sal é rico em cloreto de sódio, que causa retenção de líquidos e desidratação.

 

Preferir alimentos orgânicos: Esses alimentos não têm agrotóxicos, substâncias nocivas que podem diminuir a produção do TSH, hormônio estimulante da tireoide, causando lentidão do metabolismo e prejudicando a desintoxicação.

 

 

Fonte: Dráuzio Varella