Como ajudar alguém em crise de depressão

Vaccine

Para quem tem depressão, um momento muito difícil é a crise: choro incessante, tristeza profunda, isolamento e em casos extremos, tentativa de suicídio. Nesses casos as pessoas próximas tem um papel essencial: é importante mostrar-se disponível para escutar e acolher a pessoa em crise e lembrar que ela precisa de atenção e cuidado. Nesse processo de acolhimento é preciso respeitar o tempo do paciente, manter-se sensível, empático e acompanhá-lo sem pressa.

Centro de Valorização da Vida (CVV)

O CVV oferece atendimento, via telefone, e-mail, chat e Skype para pessoas que precisam de apoio emocional ou que cogitam a possibilidade de tirar a própria vida.

Voluntários ficam disponíveis 24 horas por dia e é mantido total sigilo sobre as conversas e informações que os usuários do serviço passam.

Mais informações sobre o CVV no tel.: 188 e www.cvv.org.br

Alguns passos podem orientar-nos a ajudar quem está numa crise de depressão:

 

Manter a calma

Perder a paciência ou desesperar-se não ajuda, a situação é difícil e confusa para todos. É preciso ter calma.

 

Acolher a pessoa

Evitar comentários de culpa, como “se você não fosse tão emotivo não estaria passando por isso”. É hora de compreender a grandeza e o impacto dos sentimentos para quem está sofrendo. Uma dica é perceber os valores mais importantes para a pessoa e trabalhar com isso.

 

Não se colocar como referência de comportamento

Evite dar um exemplo de uma situação que não lhe afetou emocionalmente. Também não se deve esperar que o outro se sinta e se comporte do mesmo jeito que você. É importante saber que cada pessoa tem o seu próprio tempo e seus próprios valores, por isso o que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outra.

 

Escute e responda com base no que a pessoa está falando

O diálogo é extremamente importante, fique atento para não somente falar. Nunca deixe de escutar e prestar atenção no que o outro tem a dizer. Responda de acordo com o rumo da conversa.

 

Tentar fazê-la refletir sobre a situação

É necessário encorajar a pessoa a pensar no futuro, nos seus objetivos, desejos e sonhos para gerar vontade de caminhar até lá.

 

Demonstrar vontade de ajudar

É importante não ter pressa e não demonstrar impaciência. Estar presente importa mais do que qualquer compromisso.

 

Não diga “NÃO”

Negar a existência do problema psicológico da pessoa atrapalha. Também é importante não minimizar o que ela sente. Não é o momento apropriado para sermões e brigas, é melhor ficar em silêncio se não conseguir pensar em algo para dizer.

 

Leve ajuda até a pessoa, não espere que ela a procure sozinha

É muito difícil procurar ajuda para quem está em depressão profunda, é injusto cobrar isso de quem está em crise. Aí entra o papel dos amigos e familiares com a responsabilidade de dividir os problemas e buscar ajuda.

 

 

Fonte: Dráuzio Varella