Benefícios da atividade física para crianças e adolescentes

Boy riding a bicycle on a country road concept for healthy lifestyle, exercising and road safety

A saúde e qualidade de vida são afetados de forma negativa. De acordo com o IBGE o sobrepeso atinge mais de 30% das pessoas entre 5 e 9 anos de idade, e cerca de 20% entre os 10 e 19 anos.

Doenças típicas de adultos também estão acometendo crianças. São quadros de hipertensão, complicações cardíacas, diabetes, colesterol, entre outros.

O principal fator para obesidade nem sempre é hereditário, filhos de pais obesos têm apenas 10% de chance de serem obesos. No entanto, os filhos de pais que não praticam exercícios e se alimentam mal, tem mais chances de adotar esses hábitos.

Com mais atividades escolares e mais tecnologia disponível, crianças ficam mais tempo paradas, usando computadores ou videogames. Além disso, com a rua mais perigosa, as crianças deixam de brincar fora de casa.

A falta de exercício pode causar:

Redução do acervo motor: nessa fase da vida o sistema nervoso central armazena mais gestos novos e movimentos motores importantes na fase adulta.

Problemas de socialização: praticar esportes ajuda a unir as pessoas. Crianças e adolescentes podem ter a oportunidade de fazer novas amizades e estreitar laços durante as brincadeiras esportivas.

Ganho de peso: crianças e adolescentes sedentários podem sofrer com o aumento do peso corporal, que pode ser porta de entrada para doenças.

Desvios posturais: Fazer exercícios físicos regularmente ajuda a evitar problemas de postura, aumenta a flexibilidade e a força muscular.

Os melhores exercícios para crianças e adolescentes são:

Natação, futebol, balé, handebol, basquetebol, ginástica olímpica, exercícios funcionais e as brincadeiras são ótimas para estimular a coordenação motora e o equilíbrio.

O alongamento dinâmico é uma boa alternativa para estimular a flexibilidade de forma mais divertida.

Andar de bicicleta, patins ou skate, esteira, bicicleta ergométrica e elíptico são boas opções para desenvolver a aptidão cardiorrespiratória, sendo benéficas ao coração.

Fonte: Minha Vida