Apneia

Portrait Of Senior Angry Woman Awaken By Her Husband Snoring

A apneia do sono é uma doença que se caracteriza pela redução do fluxo de ar (mais de 30%) ou pela completa interrupção do fluxo de ar dos pulmões fazendo com que o indivíduo ronque e tenha um sono agitado. Durante o sono, algumas pessoas sofrem com o relaxamento da musculatura da faringe que provoca a redução da oxigenação sanguínea e faz a pessoa acordar. Durante a apneia os roncos cessam devido a interrupção do fluxo de ar.

Causas

– Obesidade: o acúmulo de gordura no pescoço, tórax e abdômen reduz a passagem de ar e dificulta a expansão do tórax na respiração.

– Aumento de amígdalas e adenoide: comum em crianças.

– Obstrução nasal: causada por desvio de septo, rinite ou pólipos nasais.

– Desproporções da face: quando a base da língua é levada em direção à garganta, por exemplo.

Geralmente, as causas atuam em conjunto. A apneia obstrutiva do sono tem o fator genético como causa, por isso, várias pessoas da mesma família podem sofrer com o problema. Alguns elementos como o refluxo gastroesofágico, o consumo de álcool e cigarro, o uso de relaxante muscular e medicações para dormir pioram a situação da apneia. A doença é mais comum em homens e mulheres que estão acima do peso ou passaram pela menopausa.

Outros fatores que provocam apneia:

– Doenças pulmonares: ex: asma

– Meningite

– Encefalite

– Pneumonia

– Convulsões

– Overdose

– Arritmia cardíaca

– Parada cardíaca

– AVC

– Distúrbios metabólicos ou hormonais

Quando o sono do parceiro está sendo afetado ou as atividades diárias estão sendo prejudicadas pela apneia é hora que procurar um especialista.

A apneia do sono pode ser diagnosticada com a polissonografia, geralmente realizado em um laboratório do sono. Também pode ser investigado onde está a obstrução do fluxo do ar.

O tratamento da apneia depende da causa que é detectada com ajuda médica. Somente o especialista poderá indicar o tratamento adequado para cada caso.

Fonte: Minha Vida