Anemia

anemia colorful word on the wooden background

A anemia é a condição em que a quantidade de hemoglobina no sangue está abaixo do normal devido à carência, independente da causa, de um ou mais nutrientes essenciais, como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas. No entanto, a anemia mais comum é anemia ferropriva, que ocorre em cerca de 90% dos casos, e é causada por deficiência de ferro. O ferro trabalha na fabricação das células vermelhas do sangue e no transporte de oxigênio para todas as células do corpo.
Grupos de risco
As pessoas mais propensas a ter anemia são as crianças, gestantes, lactantes (mulheres que estão amamentando), meninas adolescentes e mulheres adultas em fase de reprodução. Embora mais comum em mulheres, homens, adolescentes e adultos, também podem ser atingidos pela anemia.
Causas
Geralmente, as causas de anemia por deficiência de ferro em crianças e em gestantes é o pouco consumo de alimentos fontes de ferro. Na mulher grávida, a anemia também acontece devido às baixas reservas de ferro e a grande necessidade dele na formação dos tecidos fetais e maternos.
Sintomas
Não é possível identificar a anemia apenas pelos sintomas, mas os sintomas mais comuns da anemia por carência de ferro são:
– Fadiga generalizada
– Apatia
– Falta de apetite
– Palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas)
– Falta de disposição para o trabalho
– Dificuldade de aprendizagem nas crianças
Diagnóstico
Para diagnosticar a anemia é necessário que se faça um exame de sangue (hematológico), onde será verificado o nível de hemoglobina.
Tratamento
Para tratar esse tipo de anemia é preciso ingerir ferro que pode ser obtido através do consumo de alimentos de origem animal ou vegetal. As melhores fontes de ferro são as carnes vermelhas, especialmente, o fígado e outras vísceras, como rim e coração. Outras carnes como as de aves, peixes e também mariscos crus ajudam, pois, o ferro de origem animal é melhor aproveitado pelo organismo.
Os alimentos de origem vegetal que mais ajudam no tratamento da anemia são as folhas de cor verde-escura, com exceção do espinafre, como agrião, couve, cheiro-verde, taioba. Também podem ser ingeridas leguminosas que são ricas em ferro, como feijão, fava, grão-de-bico, ervilha e lentilha, e ainda grãos integrais ou enriquecidos; nozes e castanhas, melado de cana, rapadura e açúcar mascavo.
No mercado já é possível encontrar leites, farinhas de trigo e milho, e outros alimentos enriquecidos com ferro. Frutas cítricas e alimentos ricos em proteína melhoram a absorção do ferro dos produtos vegetais, em contrapartida café, chá, mate, cereais integrais, leite e derivados podem inibir a absorção de ferro.
É importante lembrar que o leite materno protege contra a anemia por deficiência de ferro. Existem estudos que associam anemia em crianças ao pouco tempo de amamentação com leite materno, exclusivamente.
Fonte: Minha Vida