Anemia

Hand writing Medical care concept written with pills drugs capsu

Anemia é uma condição na qual o conteúdo de hemoglobina ou glóbulos vermelhos no sangue está abaixo do normal, devido à carência de um ou mais nutrientes essenciais, como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas, porém, a mais comum é a Anemia Ferropriva, causada pela deficiência de ferro.

O ferro é essencial na produção dos glóbulos vermelhos do sangue que são responsáveis pelo transporte do oxigênio para todas as células do corpo.

Grupos de risco

A anemia pode afetar qualquer pessoa, de diferentes faixas etárias e de ambos os sexos. No entanto, ela é mais comum em crianças e mulheres em geral, principalmente quando estão em idade fértil, gestantes e quando estão amamentando.

Causas

Em crianças causa mais comum da anemia ferropriva é o consumo insuficiente de alimentos ricos em ferro. Na gestante, além da baixa ingesta de ferro, outra causa da anemia pode ser também a baixa reserva de ferro antes da concepção, contraposta à alta necessidade de ferro devido a formação do feto.

Sintomas de Anemia Ferropriva

É necessário realizar exames laboratoriais para confirmar o diagnóstico de anemia ferropriva, quem tem como principais sintomas:

  • Fadiga generalizada;
  • Falta de apetite;
  • Palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas);
  • Menor disposição para o trabalho, prejudicando a produtividade;
  • Apatia;
  • Perda significativa de habilidade cognitiva;
  • Dificuldade de aprendizagem;
  • Retardo do crescimento em crianças.

Tratamento

O tratamento pode ser realizado com medicações prescritas pelo médico assistente, porém uma mudança principalmente nos hábitos alimentares é essencial para o sucesso do mesmo.

As melhores fontes de ferro são: carnes vermelhas, principalmente fígado e outras vísceras (miúdos), como rim e coração; carnes de aves e de peixes e mariscos crus. Entre os alimentos de origem vegetal são fontes de ferro os folhosos verde-escuros como agrião, couve, cheiro-verde e taioba; as leguminosas como feijões, fava, grão-de-bico, ervilha e lentilha; grãos integrais ou enriquecidos; nozes e castanhas; melado de cana, rapadura e açúcar mascavo.

 

Fonte: Minha Vida