Alimentos que aumentam o risco de câncer

sausage with grilled vegetables and buns, sauce. horizontal

Alguns alimentos causam lesões nas células e alteram o material genético dentro dela, o que causa uma multiplicação celular desordenada, que leva à formação de um tumor. São alimentos que, em sua maioria, podem ser cortados da dieta por não oferecerem nenhum benefício. Conheça alguns deles:

– Carnes processadas: salsicha, linguiça, mortadela, empanado, bacon, peito de peru, entre outras, contém nitritos e nitratos que quando entram em contato com o estômago se tornam substâncias mutagênicas, que podem atuar na mutação do material genético.

–  Refrigerantes: bebidas gaseificadas contém muito sódio e adoçantes associados ao câncer. Por exemplo, o ciclamato de sódio, substância que aumenta o risco de câncer no trato urinário, é utilizado no Brasil, e está presente em refrigerantes zero.

– Alimentos gordurosos: a comida gordurosa é muito calórica, (mais que 225 calorias por 100 gramas do alimento). O consumo em excesso desses alimentos causa obesidade, fator de risco para câncer de pâncreas, vesícula biliar, esôfago, mama e rins. A célula de gordura libera substâncias inflamatórias, que causam alterações no DNA e na reprodução celular.

– Alimentos ricos em sal: carne seca, bacalhau, congelados prontos, macarrão instantâneo e salgadinhos de pacote, são alguns exemplos de alimentos que devem ser evitados. O sal pode causar lesões nas células, quando consumido em quantidade superior a 5 gramas por dia.

– Churrasco: a fumaça do carvão, que contamina a carne, contém alcatrão e hidrocarboneto, duas substâncias cancerígenas.

– Alimentos pobres em fibras: o bom fluxo intestinal promove a eliminação de ácidos biliares secundários, o que preserva as células e evita sua multiplicação desordenada.

– Alimentos fritos ou grelhados: quando o alimento é posto em uma superfície já muito quente, substâncias cancerígenas se formam. O modo ideal de preparo é aquele em que temperatura do alimento aumenta gradualmente e não chega a níveis muito altos.

– Alimentos com agrotóxicos: como esses componentes são aplicados, muitas vezes, nas sementes, não há uma forma eficiente de limpar os alimentos. A real contribuição do agrotóxico na ocorrência de câncer ainda está sendo estudada, mas é recomendado evitar alimentos ricos em agrotóxico, preferindo os cultivados sem o produto químico.

Fonte: Minha Vida