Afinal, o que é cárie?

Female dentist explaining girl cleaning tooth with toothbrush on model

Cárie é a deterioração do dente e tem várias causas, a mais comum é o estilo de vida, a forma como se cuida dos dentes e o tipo de alimentação que se tem. Porém, a hereditariedade também é determinante na predisposição a cáries. Veja alguns tipos de cáries:

– Cárie coronária: tipo mais comum, ocorrem nas superfícies de mastigação ou entre os dentes.

– Cárie radicular: é a cárie que acomete a raiz do dente, que ficou exposta devido a retração gengival, o que acontece à medida que envelhecemos.

– Cárie recorrente: ocorrem em volta das restaurações e coroas que já existem, pois, estas áreas podem acumular placa, que leva à deterioração.

Adultos e crianças estão sujeitos a cáries, mas, os adultos mais propensos a ter cárie são os que tem uma doença chamada xerostomia, causada pela falta de saliva. A xerostomia pode ser consequência de outros fatores como uma doença, ou medicamentos, radioterapia ou quimioterapia. Dependendo da causa, pode ser permanente ou temporária.

Como eu sei se tenho cárie?

Os carboidratos presentes nos alimentos são digeridos pelas bactérias da placa, produzindo ácidos que corroem o interior do dente. Por isso, apenas consultando um dentista é possível ter certeza que se tem cárie, pois ela se desenvolve, inicialmente, embaixo da superfície do dente e só quando uma quantidade suficiente do esmalte do dente tiver sido destruída é que será possível ver a cárie.

É mais provável que o desenvolvimento de cáries ocorra em fóssulas e fissuras nas superfícies onde acontece a mastigação, nos dentes posteriores, nos espaços entre os dentes e perto da linha da gengiva.

Para evitar cáries

– É importante escovar os dentes pelo menos três vezes ao dia e usar o fio dental diariamente, para remover a placa entre os dentes e sob a gengiva.

– Fazer visitas periódicas ao dentista. A prevenção pode evitar problemas sérios.

– Adotar uma dieta com pouco açúcar e amido. Esses alimentos devem ser ingeridos durante a refeição, para diminuir a quantidade de vezes que seus dentes são expostos ao ácido.

– Usar creme dental e produtos dentários que contenham flúor.

– Se a água que se consome não contém flúor, o dentista pode indicar o uso de flúor.

A cárie é um problema sério. Se não for tratada pode destruir o dente e os delicados nervos na sua parte central. Isso pode acarretar um abscesso, uma infecção na ponta da raiz. Após formado, o abcesso só pode ser tratado com canal, cirurgia ou a extração do dente.

É importante identificar e tratar a cárie antes que se torne um problema mais sério.

Fonte: Saúde Bucal